ABC da Construção se expande no mercado mineiroABC da Construção se expande no mercado mineiro

03-10-2014

Divulgação ABC da Construção
24 de Setembro de 2014

A rede de materiais de construção e acabamentos ABC da Construção, sediada em Juiz de Fora, na Zona da Mata, chega em Belo Horizonte com três modelos de negócios. O investimento de R$ 15 milhões deu origem a uma loja butique, em Lourdes, na região Centro-Sul, uma megastore no bairro Caiçara, na região Noroeste, e um outlet e um centro de distribuição avançado no Jardim Canadá, em Nova Lima (RMBH).

De acordo com o diretor de Novos Negócios da ABC, Rodolfo Zhouri, a entrada na Capital marca novo momento de expansão da rede, que já tem 50 lojas em 30 municípios mineiros. A meta é chegar ao fim de 2016 com 90 unidades.

“A ABC surgiu há 20 anos. Em 2008, com a terceira geração, foi dado início a um processo de profissionalização e expansão. Captamos investidores externos, melhoramos processos e aumentamos o mix de produtos. Tudo isso acelerou nosso ritmo de abertura de novas lojas, todas próprias, permitindo que expandíssemos na Zona da Mata, Sul de Minas, Região Metropolitana de Belo Horizonte e Centro-Oeste mineiro. Esse é um momento especial em que chegar a Belo Horizonte nos dá condições de planejar o crescimento para outras regiões”, explica Zhouri.

Segundo o executivo, qualquer um dos modelos de loja tem foco no atendimento. A ideia é que o vendedor seja um verdadeiro consultor, indicando para o cliente as melhores opções independentemente de preço.

O pós-venda, nesse caso, ganha importância especial. A ordem é oferecer acompanhamento até que a obra seja finalizada, e não apenas até a entrega o material na casa do cliente.

“Identificamos que, em geral, os clientes apresentam três vulnerabilidades: ele é carente de informações rápidas e precisas; gastou muito ao longo de toda a obra, afinal o acabamento é a última coisa; está cansado e enfrentou toda sorte de problemas e imprevistos.  aí que entramos com serviço. Queremos que a experiência de construir ou reformar seja prazerosa”, afirma o diretor.

Relacionamento – Do outro lado, a empresa também foca no relacionamento com arquitetos e design. Em um programa de relacionamento os profissionais acumulam pontos ao levarem seus clientes à loja e podem trocar por viagens à eventos e feiras internacionais. Na próxima semana, um grupo de 20 pessoas embarca para a região de Bologna, na Itália, onde acontece a Cersaie – Feira de Revestimentos Cerâmicos e Louças Sanitárias, considerada a mais importante do setor na Europa.

“Funciona como os programas de milhagem. Os profissionais podem subir de nível. Trimestralmente fazemos uma viagem que reúne arquitetura e design, gastronomia e lazer. O objetivo é que os nossos parceiros tenham informações antecipadas, conheçam tendências e mergulhem em novas culturas. Por isso buscamos uma experiência completa”, destaca.

Apenas a unidade Catalão (bairro Caiçara), última a ser inaugurada, gerou 30 empregos diretos entre atendimento e administração. “A loja precisa oferecer conforto. Um atendimento como o nosso é demorado e nem sempre o negócio é fechado em uma única visita. Estamos providenciando espaço para as crianças. Também colocamos em funcionamento a nossa central de atendimento 0800 e as funcionalidades do site. Tudo isso é para dar comodidade aos clientes, mas sempre sem abrir mão da visita à loja. Ela hoje funciona como um hub0, uma referência para a Grande BH”, completa.

Fonte: http://diariodocomercio.com.br/noticia.php?tit=abc_da_construcao_se_expande_no_mercado_mineiro&id=141752

Divulgação ABC da Construção
24 de Setembro de 2014

A rede de materiais de construção e acabamentos ABC da Construção, sediada em Juiz de Fora, na Zona da Mata, chega em Belo Horizonte com três modelos de negócios. O investimento de R$ 15 milhões deu origem a uma loja butique, em Lourdes, na região Centro-Sul, uma megastore no bairro Caiçara, na região Noroeste, e um outlet e um centro de distribuição avançado no Jardim Canadá, em Nova Lima (RMBH).

De acordo com o diretor de Novos Negócios da ABC, Rodolfo Zhouri, a entrada na Capital marca novo momento de expansão da rede, que já tem 50 lojas em 30 municípios mineiros. A meta é chegar ao fim de 2016 com 90 unidades.

“A ABC surgiu há 20 anos. Em 2008, com a terceira geração, foi dado início a um processo de profissionalização e expansão. Captamos investidores externos, melhoramos processos e aumentamos o mix de produtos. Tudo isso acelerou nosso ritmo de abertura de novas lojas, todas próprias, permitindo que expandíssemos na Zona da Mata, Sul de Minas, Região Metropolitana de Belo Horizonte e Centro-Oeste mineiro. Esse é um momento especial em que chegar a Belo Horizonte nos dá condições de planejar o crescimento para outras regiões”, explica Zhouri.

Segundo o executivo, qualquer um dos modelos de loja tem foco no atendimento. A ideia é que o vendedor seja um verdadeiro consultor, indicando para o cliente as melhores opções independentemente de preço.

O pós-venda, nesse caso, ganha importância especial. A ordem é oferecer acompanhamento até que a obra seja finalizada, e não apenas até a entrega o material na casa do cliente.

“Identificamos que, em geral, os clientes apresentam três vulnerabilidades: ele é carente de informações rápidas e precisas; gastou muito ao longo de toda a obra, afinal o acabamento é a última coisa; está cansado e enfrentou toda sorte de problemas e imprevistos.  aí que entramos com serviço. Queremos que a experiência de construir ou reformar seja prazerosa”, afirma o diretor.

Relacionamento – Do outro lado, a empresa também foca no relacionamento com arquitetos e design. Em um programa de relacionamento os profissionais acumulam pontos ao levarem seus clientes à loja e podem trocar por viagens à eventos e feiras internacionais. Na próxima semana, um grupo de 20 pessoas embarca para a região de Bologna, na Itália, onde acontece a Cersaie – Feira de Revestimentos Cerâmicos e Louças Sanitárias, considerada a mais importante do setor na Europa.

“Funciona como os programas de milhagem. Os profissionais podem subir de nível. Trimestralmente fazemos uma viagem que reúne arquitetura e design, gastronomia e lazer. O objetivo é que os nossos parceiros tenham informações antecipadas, conheçam tendências e mergulhem em novas culturas. Por isso buscamos uma experiência completa”, destaca.

Apenas a unidade Catalão (bairro Caiçara), última a ser inaugurada, gerou 30 empregos diretos entre atendimento e administração. “A loja precisa oferecer conforto. Um atendimento como o nosso é demorado e nem sempre o negócio é fechado em uma única visita. Estamos providenciando espaço para as crianças. Também colocamos em funcionamento a nossa central de atendimento 0800 e as funcionalidades do site. Tudo isso é para dar comodidade aos clientes, mas sempre sem abrir mão da visita à loja. Ela hoje funciona como um hub0, uma referência para a Grande BH”, completa.

Fonte: http://diariodocomercio.com.br/noticia.php?tit=abc_da_construcao_se_expande_no_mercado_mineiro&id=141752