Área do Empreendedor

Para que uma empresa se torne vencedora, é necessário muito mais que aporte de recursos. Trabalhamos lado a lado com os empreendedores na implementação da governança, na gestão, na busca de tecnologias inovadoras, nas questões estratégicas, financeiras, mercadológicas e de pessoas. Oferecemos nossa experiência, estabelecemos alianças estratégicas e abrimos novas portas para nossos parceiros, por meio da gestão especializada e da nossa rede de contatos locais e internacionais. Levamos oportunidades para empreendedores e empreendedores para oportunidades. Se você acredita na potencialidade do seu negócio, siga as orientações abaixo, prepare e envie sua apresentação à FIR Capital.Empreendedor”

  • Nossa interação com empreendedores é baseada em cumplicidade e transparência.

    Desde o diálogo inicial até cada uma das ações realizadas durante o desenvolvimento de um negócio, acreditamos na importância de estabelecer um relacionamento próximo e de extrema confiança.

    O(a) empreendedor(a), o negócio e a empresa, candidatos ao nosso investimento, são avaliados quanto aos seguintes pré-requisitos da nossa política de investimento (os quais denominamos nossos “C” do investimento):

    Caráter>> Observamos a personalidade e os traços particulares do empreendedor, sua maturidade intelectual e emocional, sua índole, sua capacidade de relacionamento humano e de trabalhar em equipe, bem como seus valores pessoais, empresariais e éticos. Também avaliamos a capacidade do empreendedor em suportar as pressões do nosso modelo de governança e de nossos contratos de investimento, além de sua disposição para compartilhar a gestão do negócio;

    Comprometimento>> É nosso pré-requisito para o sucesso, empreendedores que estejam inteiramente compromissados com nossos projetos e negócios comuns. Esperamos, assim, que competências e toda e qualquer atividade desenvolvida estejam 100% alinhadas com os nossos interesses comuns.

    Competências>> Selecionamos empreendedores que conheçam a fundo o negócio proposto e que tenham competências essenciais ao sucesso do negócio. Avaliamos e discutimos preliminarmente com o empreendedor a eventual adição de talentos necessários para composição da equipe e responsabilidades do negócio;

    Conosco>> Avaliamos o real valor que nossas competências e nossa intervenção agregam ao negócio e, ainda, se o negócio nos agrega proporcionalmente valor;

    Clientes e Mercado>> Buscamos mercados amplos, existentes ou potenciais, no Brasil ou internacionalmente, e negócios com alta percepção de valor para os clientes. Em alguns casos, terceirizamos pesquisas de mercado para empresas especializadas;

    Crescimento (“J Curve”)>> Selecionamos negócios com curva de crescimento exponencial, seja organicamente ou através de consolidação setorial;

    Competitividade e Competidores>> Priorizamos vantagens competitivas do tipo barreiras de entrada, primeiro movimento, ou segundo movimento que incorpore o aprendizado de terceiros, inovação destrutiva.

    Cashflow (fluxo de caixa)>> Desenhamos um claro horizonte para o equilíbrio financeiro. Geralmente, uma composição dos três pré-requisitos anteriores proporciona maiores margens operacionais e, conseqüentemente, mais espaço para a curva de aprendizado dos nossos empreendedores realizadores;

    Comunidade>> Analisamos o balanço social e ambiental do negócio;

    Cash-out (Saídas Possíveis)>> Avaliamos o investimento requerido e as opções viáveis de saída que possam gerar retorno excepcional para o nosso capital investido;

    Co-Investidor>> Analisamos a necessidade ou conveniência de atrair co-investidores que complementem nossas competências, e que agreguem outros recursos desejáveis, financeiros e não-financeiros;

    Controle Acionário>> Só investimos através de uma participação acionária relevante, com o controle ou sendo parte do grupo de controle; e

    Condições Contratuais>> Em uma segunda fase, iniciamos com os empreendedores a avaliação das principais questões contratuais que serão acordadas para que o investimento seja realizado. Como esse é um processo detalhado e geralmente complexo para os nossos futuros sócios, dedicamos atenção com a antecedência devida. Criamos e aplicamos um conjunto padrão de contratos que refletem termos e condições que são as melhores práticas internacionais de Venture Capital adaptadas ao ambiente brasileiro.

    O que esperamos do empreendedor e de suas idéias

    Ao apresentar o seu Plano de Negócios, esperamos que o empreendedor seja capaz de identificar as respostas para as seguintes perguntas:

    • Que problema você vai resolver?
    • Quem correntemente tem este problema?
    • Como você vai resolvê-lo?
    • Qual o tamanho do mercado e o seu potencial?
    • Qual é a sua vantagem competitiva?
    • Como é o cenário competitivo (concorrentes; barreiras de entrada)?
    • Quais são as qualificações do seu time?
    • Quais qualificações você precisa e não possui (além dos recursos financeiros)?
    • Qual o volume de recursos que você precisará?
    • Quais são suas projeções financeiras para os próximos anos?

    O que mais o empreendedor pode esperar da FIR Capital

    • É nossa filosofia investir em empreendedores, em mercados, em negócios, em idéias promissoras, nesta prioridade. Preferimos investir em empreendedores realizadores, competentes e comprometidos, a investir em negócios promissores geridos por empreendedores sem comprometimento e sem a visão esperados.
    • Além de investimento financeiro, a FIR Capital tem atuação estratégica e tática na definição dos rumos do negócio. Trabalhamos lado a lado com os empreendedores na gestão tecnológica, financeira, mercadológica e de pessoas.
    • Oferecemos o suporte de uma rede de parcerias composta por instituições e profissionais competentes nos negócios de empresas emergentes, no Brasil e no exterior.
    • Nunca adotamos uma postura paternalista. A FIR Capital sempre quer relacionamento de igual para igual com o empreendedor, e que gere crescimento equilibrado para o negócio.

  • O que é o Plano de Negócios?

    O Plano de Negócios é um documento elaborado pelos empreendedores onde oportunidades, competências e ativos estratégicos são apresentados.

    Suas principais características são:

    • Refletir a realidade, as perspectivas e as estratégias da empresa.
    • Examinar o cenário externo, analisando as oportunidades e as ameaças.
    • Analisar as competências e os ativos estratégicos da empresa.
    • Planejar o crescimento da empresa.

    Para que ele serve?

    • Para que o empreendedor transforme sua idéia em negócio.
    • Para que possamos analisar as possibilidades e caminhos de um negócio.

    Componentes do Plano de Negócios

    O Plano de Negócios deve ser estruturado com os seguintes capítulos:

    • Resumo executivo
    • Oportunidade
    • Análise de Mercado
    • Análise Estratégica
    • A Empresa
    • Produtos e Serviços
    • Plano de Marketing e Vendas
    • Plano Financeiro

    Por que não assinamos NDAs

    Em função do número de planos de negócios que recebemos, temos a política de não assinar NDAs (acordos de confidencialidade). Se assinássemos todo pedido de NDA que recebemos, a teia de NDAs resultante seria virtualmente impossível de se gerenciar. Nossa reputação é um reflexo de nosso profissionalismo e nossa habilidade de manter a confiança dos empreendedores com os quais trabalhamos, tratando-os como nós mesmos gostaríamos de ser tratados e tendo o devido cuidado com a confidencialidade de qualquer informação recebida. Se um empreendedor não puder nos enviar um sumário executivo ou plano de negócios com informação suficiente para nos deixar entusiasmados a respeito de sua empresa ou projeto sem assinar um NDA, nós não iremos considerá-lo.

  • Veja aqui as etapas do processo de investimento da FIR Capital:

    Prospecção e Pré-Seleção>> Nessa primeira etapa, buscamos empreendedores alinhados com nossos valores e objetivos; negócios capazes de gerar múltiplos excepcionais de retorno; e empresas que se encaixam em nossa política de investimentos, bem como no escopo e na estratégia de nossos fundos. Os empreendedores, negócios e empresas identificados nessa fase de prospecção são submetidos aos nossos Comitês de Seleção e de Gestores.

    Análise – Fase 1: Comitê de Seleção>> Os empreendedores pré-selecionados apresentam seus projetos de investimento a uma primeira análise, célere e eficaz, de nossos sócios. Cada projeto de investimento é acompanhado por um dos nossos sócios, o sócio coordenador do projeto, que submete o projeto à avaliação do Comitê de Seleção. O Comitê de Seleção é composto pelo sócio coordenador do projeto e por pelo menos dois outros sócios. O empreendedor, o negócio e a empresa candidatos ao nosso investimento são avaliados quanto aos seguintes pré-requisitos da nossa política de investimento.

    Análise – Fase 2: Comitê de Gestores>> Pré-selecionados durante a Fase 1, os projetos – incluindo os planos de investimento e de retorno do capital – são formalmente colocados à apreciação de todos nossos sócios. O Comitê de Gestores é convocado ad hoc, sempre que necessário. Na Fase 2, procuramos, em conjunto, identificar possibilidades mais amplas para os modelos de negócios, assim como promover uma reavaliação do que foi executado até o momento. É uma oportunidade para que os negócios sejam novamente testados com abordagem crítica e criativa. Como resultado das Fases 1 e 2, freqüentemente reconstruímos os modelos de negócios e reposicionamos os planos dos projetos.

    Aprovação pelo Comitê de Investimento do Fundo>> O estudo aprovado por nosso Comitê de Gestores é inserido no caderno de investimento e do retorno do capital, que servirá de base para a aprovação do investimento pelo Comitê de Investimentos do Fundo que investirá no negócio, tendo em vista as características dos investimentos e o escopo de investimento de nossos fundos. O caderno de investimento e do retorno do capital contém toda a documentação necessária para o desenvolvimento do projeto aprovado, tais como o sumário executivo, o histórico, as demonstrações financeiras, o estudo de viabilidade, a análise do setor, o memorando de riscos relacionados à atividade e o plano de retorno do capital. Todo projeto aprovado na Fase 2 tem seu caderno de investimento e retorno do capital submetido ao direito de preferência e deliberação do respectivo Comitê de Investimentos do Fundo. Caso seja rejeitado pelo Comitê de Investimentos do Fundo, o referido projeto poderá ser implementado como nosso investimento direto, da mesma forma e nos mesmos termos e condições que foram propostos no caderno de investimento e retorno do Capital submetido ao Comitê de Investimentos do Fundo.

    Due Diligence>> Nesta etapa, realizamos uma ampla auditoria fiscal, legal, contábil e, quando aplicável, tecnológica, de acordo com os programas de trabalho que preparamos, com revisão sistemática de todos os riscos do negócio, com a análise de incertezas decorrentes de fatores que possam afetar significativamente a viabilidade do negócio e, consequentemente, do investimento. Realizamos reuniões periódicas para acompanhamento do trabalho de due diligence com o objetivo de discutir antecipadamente os problemas e riscos identificados pelos auditores e consultores jurídicos.

    Confirmação do Investimento>> Concluído satisfatoriamente o processo de due diligence e a negociação final eventualmente decorrente desta, formalizamos os contratos que suportam o investimento e efetivamos a subscrição de ações ou outros valores mobiliários de emissão da empresa investida representativas do controle acionário ou do grupo de controle desta.

    Gestão de empresas investidas>> Dedicamos energia substancial para o alinhamento de nossos valores e nossos interesses com os dos executivos da Empresa Investida. Nas operações de Venture Capital são fundamentais planejamento flexível, agilidade decisória, disciplina na execução, e um sistema agressivo de recompensa ao desempenho excepcional.

    Estratégia de saída e retorno do capital investido>>Determinamos nossa estratégia de saída para o retorno do capital investido no momento da nossa decisão de investir. Tal estratégia será monitorada e adaptada regularmente de acordo com as janelas de oportunidade que se abram e a partir do acompanhamento dos negócios das Empresas Investidas.

    Nossas estratégias de saída para retorno do capital investido focam prioritariamente em (i) vender a empresa investida e/ou a participação que nossos fundos detêm para compradores estratégicos; e (ii) abrir o capital da Empresa Investida, realizando uma oferta pública de ações no Brasil e/ou no exterior.

    Em determinados modelos de negócio, é atraente transferir ou licenciar a tecnologia da empresa investida para terceiros interessados. Uma opção geralmente menos interessante do ponto de vista financeiro é vender a participação que nossos fundos detêm para a própria empresa investida através do mecanismo de “fundo de resgate”.

  • Você já elaborou seu Plano de Negócios? Então chegou a hora de submetê-lo à apreciação da equipe da FIR Capital.

    Obs: Por favor, envie o arquivo em formato Word (.doc) ou Acrobat (.pdf). Não se esqueça de incluir no arquivo seus dados para contato.